Fandom

Wiki AIA 13-17

Alcalose Metabólica

333 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Comentários0 Share

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Editor: Rafael de Geus Koerber

Colaboradores: Giórgio Tondello, Kurt Neulaender, Carlos Ehrl, Lucas Muehlbauer e Tiago Vasconcelos Xavier


Alcalose Metabólica Editar

A alcalose metabólica é um distúrbio relativamente comum, caracterizado pelo es

Acidobase5.jpg

fonte: http://www.geocities.ws/carolparada/biofisica/acidobase5.jpg

tado de equilíbrio acidobásico no qual o ph sanguíneo se e encontra acima da faixa de normalidade (entre 7,35 e 7,45). Essa situação pode ser gerada por uma diminuição na concentração dos íons H+ ou então um aumento na concentração de bicarbonato.

CausasEditar

As causas mais comuns da alcalose metabólica são as seguintes:

- Vômito e uso de sonda gástrica: a perda de HCl do estômago, seja ela por via de vômito ou pela sondagem excessiva leva a um desequilíbrio da equação ácido-base. Isso acontece de 2 modos, primeiramente pela perda direta de ácido (íons H+) através da perda do suco gástrico. Além disso, a falta de ácido nas partes proximais de intestino delgado inibe a liberação de bicarbonato pelo pâncreas, sendo assim esse íons fica armazenado nesse órgão e causa aumento dos níveis de bicarbonado no organismo.

-Estenose de piloro: na estenose da válvula de saída do estômago o efeito é, em parte, semelhante ao efeito do vômito. Logo, ele é ocasionado pela falta de ácido no intestino e consequentemente a falta de estímulo para a liberação de bicarbonato no intestino.

-Uso excessivo de anti-diuríticos: o uso de doses altas desses fármacos pode causar efeito de diminuição de potássio. Isso porque os antidiuréticos atuam na inibição da Na+, K+, 2 CL- aumentando a excreção de Cl- e de K+ pela urina.

-Hiperaldosteronemia:  a elevação na secreção de aldosterona aumenta a taxa de excreção de íons H+. Isso porque ela atua na bomba sódio hidrogênio nas células intercaladas do túbulo final distal, aumentando a sua atividade e consequentemente a eliminação de íons de hidrogênio na urina.

-Baixa ingestão de potássio: A própria baixa ingestão alimentar de potássio pode causar uma alcalose metabólica pela diminuição de seus níveis no organismo (o mecanismo envolvendo o potássio será apresentado a seguir).

-Alta reabsorção de bicarbonato nos rins: Quando ha uma diminuição da volemia (por ex

emplo em uma desidratação) ha uma diminuição na taxa de filtração glomerular, consequentemente a um aumento na reabsorção de diversas substâncias nos túbulos renais, entre elas o 

021.jpg

fonte: http://www.sistemanervoso.com/images/desequilibrioacidobase/021.jpg

bicarbonato.


-Administração de precursores de HCO3: o uso de fármacos precursores de HCO3 pode levar ao aumento do ph sanguíneo caso a função renal esteja comprometida. Caso contrário, a carga extra será excretada pelos rins sem prejuízo ao 

equilíbrio ácido básico.

Mecanismo de influência do potássio


Com o desenvolvimento da hipocalemia por algum dos fatores citados anteriormente, há o desvio de íons de hidrogênio para o interior da célula. Esse desvio é causado por um efluxo aumentado de potássio para o exterior da célula, causado pelo gradiente de concentração alterado. Senso assim, outro íon positivo (H+) entra na célula para compensar a saída do potássio. Logo, ha uma diminuição no nível de potássio no meio extracelular e consequentemente o aumento do ph. 

TratamentoEditar

O tratamento da alcalose metabólica consiste em atuar na recuperação do equilíbrio ácido base através da
Tratamento-img.jpg

fonte: http://medmap.uff.br/mapas/alcalose_metabolica/Tratamento.html#Topic48

solução da situação que esta cousando o distúrbio. Sendo assim podemos citar as seguintes ações tomadas como rotina:

-Em alguns casos mais graves é feita a infusão intravenosa de ácido clorídrico em baixíssimas concentrações a fim de recompor os íons H+ em deficiência.

-Atua-se sobre os rins para normalizar a excreção de bicarbonato através de recomposição da volemia e consequente normalização da taxa de filtração renal em casos de desidratação. Além disso pode-se administrar um antagonista de aldosterona, nos casos de hiperaldosteronemia, a fim de diminuir a excreção de íons H+.

-Em alguns casos é feita a administração de cloreto de amônio. Esse sal em solução gera um ácido que tem o efeito de neutralizar a alcalose no organismo.

-O próprio corpo possui um mecanismo compensatório natural. Esse mecanismo caracteriza a indução de uma acidose respiratória, através de uma diminuição na frequência respiratória (hipoventilação) com o consequente aumento na P CO2.

Links externosEditar

http://www.youtube.com/watch?v=ni-J1bll8m4

http://medmap.uff.br/mapas/alcalose_metabolica/Conceitos.html

http://www.sbn.org.br/index.php?casoClinico&tipo=2&caso=1

ReferênciasEditar

1-Guyton AG, Hall JE, editors. Textbook of medical physiology. Philadelphia: Saunders,

2-Schermann JB, Sayegh SI. Kidney Physiology. Philadelphia: Lippincott-Raven, 1998.

3-Despopoulos A, Silbernegl S, editors. Color atlas of physiology. New York: Thieme,

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória