Fandom

Wiki AIA 13-17

Contração do músculo esquelético

333 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Comentários0 Share

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Editor: Carlos Ehrl

Colaboradores: Giórgio Tondello, Kurt Neulaender Neto, Lucas Muehlbauer, Rafael Koerber, Tiago Vasconcelos

Contração do músculo esqueléticoEditar

Sarcolema

- membrana celular da fibra muscular

Fibra muscular

- milhares de miofibrilas – 1500 filamentos de miosina e 3000 de actina

Fibra muscular.jpg

http://magisnef.files.wordpress.com/2007/04/untitled-1-copy.jpg


Faixas claras

- somente actina – faixa 1

Faixas escuras

- miosina – faixa A                                                           

                                                       

Pontes cruzadas

- projeções de filamento de miosina                                                                                                                  - interações coma actina – contração

Filamentos de actina - fixam-se no disco Z – filamentos diferentes dos de actina e de miosina

Sarcômero

- entre duas faixas Z

Titina  

- mantém os filamentos de actina miosina em seu lugar                                                                                             

- extremamente elástica

Sarcoplasma

- matriz intracelular - ↑K⁺, ↑Mg²⁺, ↑PO₄¯ e enzimas proteícas

Retículo sarcoplasmático

- controle da contração - Ca⁺²

Contração

- potencial de ação no neurônio motor – entrada de Ca⁺² - estimula a liberação de acetilcolina – abertura dos canais regulados por acetilcolina - desencadeia em um potencial de ação – propagação do impulso – túbulos transversos – liberação de Ca⁺² pelo retículo sarcoplasmático - Ca⁺² liga-se a troponina C permitindo a contração

Miosina

- seis cadeias polipeptídicas, 2 cadeias pesadas (enrolam-se em espiral, dupla hélice), quatro cadeias leves (fazem parte das cabeças)

Filamento de miosina

- 200 moléculas de miosina (ou mais)

Pontes cruzadas

- conjunto de braços e cabeças

Sarcomero.jpg

http://www.infoescola.com/wp-content/uploads/2009/12/contracao-muscular.jpg

Filamento de actina

- actina, troponina, tropomiosina                                                                                                                     

- duplo filamento de actina F – dupla hélice                                                                                                            

- existe uma molécula de ADP presa a cada molécula de actina 6 – sítio ativo (interação com as pontes cruzadas)                                                                                                                                                 

- tropomiosina – no repouso, impede a interação miosina/actina                                                                          

- troponina – presas ao lado das moléculas de tropomiosina, complexo de três subunidades – interagem com o Ca⁺²

Força máxima

- superposição máxima entre os filamentos de actina e as pontes cruzadas – quanto mais pontes, mais força

Músculo como um todo

- grande quantidade de tecido conjuntivo

- fontes de energia – ATP→ADP + Pi

- fosfocreatina – reconstruir o ATP

- glicogênio – ATP

- metabolismo oxidativo – 95% de toda energia

Eficiência

- 50% é perdida para formar ATP e 40% a 45% da energia do ATP é usado efetivamente

Contrações

- isométricas: o músculo não encurta durante a contração                                                                                  - isotônica: o músculo encurta durante a contração, mas sua tensão permanece constante

Tendões

- extremidades do sarcolema alongam-se com o aumento da tensão

Fibras musculares                                                                                                                                                                       

- rápidas: ↑força, grandes fibras, extenso retículo sarcoplasmático, ↑enzimas glicolíticas, ↓suprimento sanguíneo, ↓mitocôndrias, brancas                                                                                                                                   - lentas: fibras menores e inervadas por fibras menores, ↑suprimento sanguíneo, ↑mitocôndrias, muita mioglobina (armazena oxigênio)

Hipertrofia

- aumento no número de filamentos de actina e de miosina em cada fibra muscular

Atrofia

- decomposição das proteínas contrácteis é muito mais rápido que o ritmo de reposição

Hiperplasia

- divisão linear das fibras previamente aumentadas

Desnervação muscular

- causa atrofia, caso volte em até três meses volta a função, um a dois anos (sem retorno)

Poliomelite

- fibras nervosas são destruídas (não todas) – as restantes produzem novos axônios que formaram novos ramos – inervaram muitas das fibras musculares paralisadas – unidades motoras – cinco vezes o número normal de fibras  - reduz a delicadeza

Links externos

http://www.youtube.com/watch?v=KyXrOPe_FAo

http://www.ufsonline.info/aulas/humana/Contracao_muscular.pdf

http://www.sistemanervoso.com/pagina.php?secao=9&materia_id=148&materiaver=1

Referências bibliográficas

HALL, John E.; GUYTON, Arthur C. Tratado de Fisiologia Médica. Elsevier, 12ª edição, RIO DE JANEIRO, 2011

MUEHLBAUER,Lucas Andrei. Anotações da disciplina de Fisiologia. Univille 2013

CONSTANZO, Linda S. Fisiologia. Guanabara Koogan, 4ª edição, RIO DE JANEIRO, 2008

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória