Fandom

Wiki AIA 13-17

Dor Torácica e Dispnéia

333 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Comentários0 Share

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Editor: Luiz Gustavo Brandão de Proença

Colaboradores: Airton J. Camilotti Jr; Danilo Burko; Guilherme Garrido; Larissa Fabri; Oquesana Silva



Dor Torácica e DispnéiaEditar

Dor TorácicaEditar

Introdução:Editar

A dor torácica é um sintoma muito frequentes e difícil de interpretar. Ela pode ser causada por desde situações menos graves como stress e indigestão até situações graves como Infarto Agudo do Miocárdio (IAM). Quando a dor torácica não é relacionada ao coração, diz-se que se trata de uma dor torácica não-miocárdica.

A dor torácica é uma das grandes causas de internações e muito significativas nos serviços de emergência. De cada 100 pessoas, cerca de 10 delas que procuram o atendimento de emergência têm como motivo da procura a dor torácica. E dessas 10 pessoas, duas ou três possuem síndrome coronariana aguda (SCA). Desde a década de 1980, houve um aumento significativo dos casos de dores torácicas no Brasil. Por isso, faz-se necessário que haja uma atenção especial dos médicos brasileiros e outros às dores torácicas.

Ataque do Coração:Editar

Fnnf.jpg

Dor irradiada de um IAM. fonte: httpswww.google.com.brsearchq=dor+toracica&bav=on.2,or.r_cp.r_qf.&bvm=bv.48293060,d.dmg&biw=1366&bih=624&um=1&ie=UTF-8&hl=pt-BR&tbm=isch&source=og&sa=N&tab=wi&ei=QpLHUfnZHu3O0QHw1YDoBQ#

O que é ataque do coração? O ataque do coração ocorre quando há uma obstrução de uma artéria que irriga o coração. Ele pode ser silencioso ou apresentar pelo menos algum sintoma. A frequência é de 50%/50%. Entre esses sintomas comumente são:

1.       Dor ou pressão incômoda no centro do tórax que dure mais do que alguns minutos.

2.       Dor que irradia pros membros superiores (principalmente para o braço esquerdo), ombro, mandíbula e pescoço.

3.       Sudorese excessiva, enjoos, náuseas, dispneia, desmaios, diaforese.

4.       Queixas atípicas: mal estar, indigestão, fraqueza ou sudorese, sem dor.


Embolia Pulmonar:Editar

A embolia pulmonar é outro caso que leva a uma dor torácica. Ela ocorre quando algum material estranho se aloja num determinado vaso por ter um diâmetro maior que o do vaso. Esse material pode ser um coágulo sanguíneo (ocorre na maioria dos casos), uma bolha de ar (em casos de injeções mal preparadas), acúmulo de gordura etc. Os trombos normalmente vêm dos membros inferiores e pelve e podem entupir principalmente as artérias coronárias, podendo levar a um Infarto Agudo do Miocárdio (IAM) ou a uma embolia pulmonar.  Essas obstruções podem levar à morte do tecido se a circulação adjacente não conseguir suprir a falta de sangue no tecido afetado.

A etiologia pode variar de acordo com a faixa etária, fatores de risco, nível sociocultural, nacionalidade, comorbidades associadas, entre outros. Além disso, entre as causas comuns de embolia pulmonar, síndromes estão associadas com os sistemas corpóreos. Por exemplo:

Sistema Cardíaco: Angina, angina em repouso ou IA(mais intensa), IAM, pericardite.

Vascular: Dissecção aórtica, embolismo pulmonar, hipertensão pulmonar.

Pulmonar: Pleurite e/ou pneumonia, traqueobronquite, pneumotórax espontâneo,

Gastrointestinal: Refluxo esofágico, úlcera peptídica, doença da vesícula biliar.

Musculoesquelético: Costocondrite, doença do disco cervical.

Infeccioso: Herpes zoster.

Psicológico: Síndrome do Pânico.

Anamnese:Editar

Numa anamnese bem conduzida, o médico deve fazer algumas perguntas ao paciente, a fim de direcionar a entrevista ao ponto mais importante e para isso ele trabalha as perguntas de modo a usar as perguntas mais relevantes de acordo com a situação e com o paciente. Um dos pontos importantes da entrevista médica é a dor. E para isso deve-seperguntar o inicio, a intensidade (de 0 a 10), a duração, a evolução (perfil da dor conforme o tempo progresso), a localização (nesse caso pedir para o paciente apontar ou mostrar com as mãos onde a dor se localiza), a irradiação, a qualidade ou tipo de dor, fatores de alívio (se tem algo que o paciente faça que melhore a dor), medicamentos (no caso de a resposta ser sim, deve-se aprofundar mais nesse ponto para saber: o nome do medicamento, a dose, o inicio, quem prescreveu, entre outros), fatores de agravo e sintomas associados.

DispnéiaEditar

Introdução:Editar

Dispnéia é o termo técnico para “falta de ar”. Ela pode acometer pessoas de todas as idades e sexos, pesos, sexo, atletas e sedentários. Ela ocorre em indivíduos sadios e doentes e além disso é um sintoma muito casual nos consultórios médicos e hospitais.

Causas de dispneia:Editar

As causas mais importantes são: doenças pleuro-pulmonares, doenças cardíacas.
Outras causas são: hipotireoidismo, anemia, condicionamento físico, obesidade, gravidez, ansiedade, síndromes (como a sind. do pânico), etc.

Tipos de dispneia:Editar

Dispnéia aos esforços: é a falta de ar agravada causada ao praticar exercícios físicos. Está associada a doenças pulmonares e cardíacas.

Dispnéia Paroxística Noturna.jpg

Uso de travesseiros para Ortopnéia. fonte: https://www.google.com.br/search?q=dor+toracica&bav=on.2,or.r_cp.r_qf.&bvm=bv.48293060,d.dmg&biw=1366&bih=624&um=1&ie=UTF-8&hl=pt-BR&tbm=isch&source=og&sa=N&tab=wi&ei=QpLHUfnZHu3O0QHw1YDoBQ#um=1&safe=active&hl=pt-BR&tbm=isch&sa=1&q=Dispn%C3%A9ia+Parox%C3%ADstica+Noturna&oq=Dispn%C3%A9ia+Parox%C3%ADstica+Noturna&gs_l=img.3..0j0i24l2.235442.235442.4.236353.1.1.0.0.0.0.287.287.2-1.1.0...0.0.0..1c.1.17.img.ZvB3EkS3YmM&bav=on.2,or.r_cp.r_qf.&bvm=bv.48293060,d.dmg&fp=54057f2a447d6b33&biw=1366&bih=624&facrc=_&imgdii=_&imgrc=4aXV_lwyzsSnrM%3A%3B247K-R114-ju6M%3Bhttp%253A%252F%252Fstatic.hsw.com.br%252Fgif%252Forthopnea-2.jpg%3Bhttp%253A%252F%252Fsaude.hsw.uol.com.br%252Fortopneia1.htm%3B200%3B300

Ortopnéia: é a falta de ar quando a pessoa se deita (posição horizontal). Causada por problemas cardíacos (insuficiência ventricular esquerda), a pessoa só consegue dormir com a elevação do seu tórax pelo uso de travesseiros na cama.

Asma Cardíaca: Quando a pessoa possui insuficiência cardíaca esquerda grave, há um chiado que se escuta por causa do refluxo se sangue do ventrículo esquerdo para o átrio esquerdo devido ao fechamento incompleto da valva mitral. O nome “asma” cardíaca se deve ao chiado parecido do barulho que uma pessoa asmática faz para respirar.

Dispnéia Paroxística Noturna: ocorre também em pessoas que possuem também insuficiência cardíaca esquerda. Ela se caracteriza por o individuo acordar no meio da noite por com falta de ar. A falta de ar melhora com a posição sentada na cama, logo após o acordo e também é comum o paciente procurar uma área da casa mais ventilada, no intuito de melhorar os sintomas da doença. Ela ocorre pelo edema pulmonar (acumulo de líquidos nos pulmões. Edema esse que estava nas periferias do corpo durante o dia (posição de pé)).

Platipnéia: ocorre na posição “de pé” (ou ortostática) Ocorre em pacientes com pericardite aguda ou shunts direito – esquerdo. Normalmente é acompanhada de ortodeoxia, que é a diminuição da concentração de oxigênio quando a pessoas está “de pé”.

Trepopnéia: queixa não especifica que pode ocorrer em doenças pulmonares. É caracterizada por uma dispnéia de um lado, somente, do tórax e que melhora quando em decúbito lateral oposto.

Ergoespirometria.jpg

Teste Ergoespirometria. Fonte: https://www.google.com.br/search?safe=active&q=teste+de+ergoespirometria&bav=on.2,or.r_cp.r_qf.&bvm=bv.48293060,d.dmQ&biw=1366&bih=624&um=1&ie=UTF-8&hl=pt-BR&tbm=isch&source=og&sa=N&tab=wi&ei=hjXIUfCCA4689QTVh4DoDg#facrc=_&imgdii=_&imgrc=A5Sb4jAbhbEs3M%3A%3BGv5PnqGnrf1YOM%3Bhttp%253A%252F%252Fwww.saudeemmovimento.com.br%252Fprofissionais%252Fpesquisa%252Ffisiologia_do_exercicio%252Fimagens%252Fergoespirometria1.jpg%3Bhttp%253A%252F%252Fwww.saudeemmovimento.com.br%252Fconteudos%252Fconteudo_frame.asp%253Fcod_noticia%253D945%3B258%3B241

Testes para investigar a dispneia:Editar

Exame de sangue para investigar anemia;

Raio x de tórax pare ter poder analisar os pulmões;

Eletrocradiograma e ecocardiograma para avaliar o coração;

Teste de função pulmonar para verificar a funcionalidade dos pulmões;

E finalmente o teste de ergoespirometria;

Todos esses exames ajudarão no diagnóstico.

Anamnese:Editar

Na anamnese, algumas perguntas deverão ser feitas aos pacientes para abrir um leque de possibilidades para se achar algo na entrevista médica, por exemplo: inicio intensidade, duração, evolução, o numero de episódios, a relação com o decúbito, fatores de alívio, medicamentos (nesse caso deve-se perguntar também:  nome, dose, inicio do uso, quem prescreveu), fatores de agravo e sintomas associados.

Referências:Editar

http://cardiofmp.blog.com/files/2011/06/diagnostico-diferencial-de-dor-toracica.pdf

http://portaldocoracao.uol.com.br/tags/dor-toracica

http://oglobo.globo.com/saude/reconheca-os-cinco-principais-sintomas-de-um-ataque-do-coracao-3051422

http://pt-br.aia1317.wikia.com/wiki/Valvulopatias_Card%C3%ADacas

http://www.drpereira.com.br/dispneia.htm

http://www.oocities.org/fisiopatologiaplicada/prod03a.htm

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória