Fandom

Wiki AIA 13-17

Intervalo de Confiança (IC) - Significância estatística além do valor p

333 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Comentários0 Compartilhar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Editor: Augusto Radünz do Amaral

Colaboradores: Bruna da Silva Ferreira, Felipe Starling Jardim e Fernanda Cristina Zanotti

Introdução.Editar

Quando realizamos um estudo clínico, é muito pouco provável que a magnitude real (risco relativo no nosso caso) seja exatamente aquela encontrada no estudo. Isso acontece pela ocorrência natural de variações aleatórias inerentes ao pesquisador e/ou a situação de pesquisa. Ou seja, o valor de risco relativo encontrado pode, e normalmente é, maior ou menor que o valor verdadeiro. Por esse motivo é imprescindível uma medida da precisão estatística dos dados, o que permitirá ao leitor uma visão da confiança dos dados apresentados.

Definição

O intervalo de confiança nada mais é do que uma faixa de valores possíveis para a magnitude (risco relativo) real do efeito. Em estudos biomédicos clínicos, o intervalo de confiança mínimo aceitado é de 95%, em outras palavras, deve-se ter confiança de 95% de que o resultado se situa entre o intervalo de números apresentados. Em termos de precisão, quanto mais estreito for o intervalo de confiança, maior será a precisão dos resultados. Entre os fatores que podem aumentar a precisão do intervalo de confiança, insere-se o tamanho da amostra, ou seja, quanto maior a amostra, maior a precisão.

Expressão matemáticaEditar

Não há real necessidade de compreender a fórmula que descreve o intervalo de confiança, tampouco a dedução matemática da expressão algébrica. Entretanto, disponibilizaremos a fórmula de como calcular o intervalo de confiança, de modo a incorporar conceitos estatísticos já aprendidos às novas definições de epidemiologia clínica aqui abordadas.

IC.gif

Fonte: CARDIM, CA. Anotações de sala, 2013






Acessando o valor p através do Intervalo de ConfiançaEditar

Os intervalos de confiança apresentam informações semelhantes àquelas oriundas do valor p (significância estatística). Se o valor de risco relativo 1 (efeitos iguais do grupo intervenção e controle) estiver presente entre o limite inferior e superior do intervalo de confiança, então o valor p será superior ou igual a 0,05 (diferença não significativa). Entretanto, se o valor de risco relativo 1 não estiver dentro do intervalo de confiança interpolado pelos limites inferiores e superiores, então o valor p será inferior a 0,05 (diferença significativa).

Exemplo: Observe o seguinte valor médio do risco relativo e o intervalo de confiança: 0,460 (IC 95%, 0,126-1,677). Perceba que nesse caso o valor p não foi significativo (p>0,05), uma vez que o valor de risco relativo 1 está entre o limite inferior (0,126) e o limite superior (1,677).

ExercíciosEditar

1) Observe o seguinte intervalo de confiança e seu respectivo valor médio de risco relativo e responda as perguntas que seguem: RR: 11,086 (IC 95%, 4,992-24,623)

a) Como você interpretaria o intervalo de confiança encontrado?

b) Esse achado foi significativo sob o ponto de vista estatístico?

c) O que se pode concluir acerca da precisão do valor do risco relativo?


2) Observe o seguinte intervalo de confiança e seu respectivo valor médio de risco relativo e responda as perguntas que seguem: RR: 0,487 (IC 95%, 0,105-2,249)

a) Como você interpretaria o intervalo de confiança encontrado?

b) Esse achado foi significativo sob o ponto de vista estatístico?


Respostas:

1 a) Para determinada característica o risco relativo médio encontrado foi de 11,086. Pode - se afirmar com 95% de confiança que o verdadeiro valor se econtra entre os valores de 4,992 e 24,623.

1 b) Esse achado foi significativo (p<0,05), uma vez que entre os limites do intervalo de confiança o valor 1 não se mostrou presente.

1 c) Para essa determinada característica os resultados do risco relativo foram muito pouco precisos. Perceba que o intervalo apresenta uma largura considerável variando cerca de 20 unidades, o que se configura como baixa precisão.


2 a) Para determinada característica o risco relativo médio encontrado foi de 0,487. Pode - se afirmar com 95% de confiança que o verdadeiro valor se econtra entre os valores de 0,105 e 2,249.

2 b) Esse achado não foi significativo (p>0,05), uma vez que entre os limites do intervalo de confiança o valor 1 esteve presente.

ReferênciasEditar

1 - AMARAL, Augusto Radünz. Anotações da aula da Disciplina de Epidemiologia Geral. UNIVILLE. 05/09/2013.

2 - FLETCHER, Suzanne W., FLETCHER, Robert H. Epidemiologia Clínica - Elementos Essenciais. 4 ed: Artmed, 2006.

3 - JEKEL, James F.; KATZ, David L.; ELMORE, Joann G. Epidemiologia, bioestatística e medicina preventiva. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2006.

4 - KESTENBAUM, B. Epidemiology and Biostatistics: an introduction to clinical research. Springer, 2009.

5 - ROUQUAYROL, Maria Z. Epidemiologia e Saúde. 5 ed. Rio de Janeiro: Medsi, 1999.

Links Externos

1 - Intervalo de Confiança - Resumo

2 - Statistics is easy: Confidence Interval

3 - Confidence Interval - Yale University

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória