Fandom

Wiki AIA 13-17

Meia-Idade

333 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Comentários0 Compartilhar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Editora: Ana Luyza Santin

Colaboradores: Jessé V. Lana, Leandro Rosin, Nicolas Dominico e Renata Dal Bó


Idade Adulta: Meia-IdadeEditar

A meia-idade ocorre, aproximadamente, dos 40 aos 60 anos. Na transição do adulto jovem para o de meia-idade acontece sem grandes alterações físicas ou psicológicas, de forma lenta e gradual. As características marcantes dessa fase são “resumir e reavaliar”, essa auto-avaliação não se resume a apenas atingir ou não metas, mas também se refere à satisfação interior, ou seja, se a pessoa conseguiu ou não realizar os sonhos que possuía quando jovem. 

Durante esta fase, há consolidação dos ganhos interiores. Isso significa que nesses anos, a pessoa progride em suas relações profissionais, familiares, socioeconómicas e na vida conjugal. 

Existe também importante mudança de genero. As mulheres não precisam mais criar os filhos e acabam tomando atitudes consideradas masculinas, por se tornarem mais independentes e agressivas. Já os homens 

Edison - 0083 Meia idade 6 - Memória thumb-4-.jpg

Fonte: http://edisonjr.blogspot.com.br/2010/07/coisas-da-meia-idade-6-somos-capazes.html

podem desenvolver características como dependência emocional e maior expressividade, que são tradicionalmente consideradas características femininas. Entre as tarefas Evolutivas da Meia-Idade estão: aceitação do corpo que envelhece; aceitação da limitação do tempo e da morte pessoal; manutenção da intimidade; reavaliação dos relacionamentos; relacionamento com os filhos: deixar ir, atingir igualdade, integrar novos membros; relação com os pais: inversão de papéis, 

morte e individuação; exercício do poder e posição: trabalho e papel de instrutor; novos significados, habilidades e objetivos dos jogos na meia-idade; preparação para a velhice.

Transição e crise na meia-idadeEditar

 A crise na meia-idade é um estado patológico e consiste na auto-avaliação psíquica de todos os aspectos da vida, com o conhecimento da finitude da mesma.  

Na meia-idade, há a necessidade de manutenção das estruturas já formadas, como o casamento, família e carreira.  Há também abdicação de sonhos ou fantasias, juntamente com a satisfação com o que já foi obtido. Por outro lado, é considerado o último momento para rompimento e novas tentativas.  

Dessa forma, aqueles que entram nessa fase frustrados com suas realizações, percebendo limitação do tempo e a vinda da própria morte, podem precipitar sintomas de uma crise psicológica e existencial, que é a crise da meia-idade.

Factores como grau de satisfação ou insatisfação com o que foi obtido, grau de confiança em 

Crise-meia-idade-nerd.jpg

Fonte: http://www.chongas.com.br/2012/06/crise-da-meia-idade-nerd/

si mesmo, expectativas de sucesso, auto-estima, capacidade de correr riscos e convivência com incertezas são importantes para definir a crise.  Indivíduos não estruturados acabam preferindo, então, a acomodação e a estagnação a viver com situações insatisfatórias. Dessa forma, fogem de conflitos e evitam a ansiedade, porém possuem auto-estima baixa, são insatisfeitos e vivem em quadros depressivos e de desesperança. Entre essas pessoas, ações como o abandono de carreira profissional ou ruptura de relacionamento ou amizade, são comuns. 

Ressalta-se nessa fase a reação de cada um frente a metade da vida e a realidade da própria morte se aproximando. 

Alterações FísicasEditar

Conforme envelhece, o individuo possui sentimentos a respeito da idade corporal, falhas de memória e capacidade para raciocinar mais frequentes. Muitas vezes, busca-se esconder ou disfarçar a chegada da idade, com cirurgias plásticas e períodos extensos em academias. Faz parte dessa fase, as alterações físicas, de agilidade, o aparecimento de doenças e morte de pessoas próximas e da mesma idade. Esses aspectos são acompanhados, muitas vezes, com muita ansiedade.

A partir dos 50 anos, o individuo começa a se observar com uma aceleração progressiva. Nessa fase, as mortes são causadas, principalmente, por doenças degenerativas, cardiopatias e câncer. Além disso, nesse período também ocorrem transtornos psíquicos, como depressão, transtornos mentais orgânicos, alcoolismo e diminuição do interesse sexual. 

Alterações Hormonais e SexualidadeEditar

Nesse período, destaca-se a ocorrência da menopausa nas mulheres. Nos homens, alterações hormonais não são claramente percebidas, porém há estudos indicando que, aproximadamente, 50% dos homens

Edison - 0082 Meia idade 5 - Tudo dói thumb-2-.jpg

Fonte: http://edisonjr.blogspot.com.br/2010/07/coisas-da-meia-idade-5-primeiros-sinais.html

sofrem de algum grau de impotência a partir dos 40 anos de idade.

A causa mais comum de impotência não é o envelhecimento e sim a ingestão abusiva de álcool drogas, stresse, fadiga e ansiedade. 90% dos casos são devidos a causas psicológicas e não orgânicas. Em relação às mulheres, apesar de terem mais capacidade para o orgasmo na idade adulta média do que na idade jovem, elas sofrem com as alterações da sua aparência física. Sentem-se menos desejadas, em termos sexuais e consequentemente incapazes de uma vida sexual adequada.

FamíliaEditar

Como já comentado, é nesse período que são realizadas reavaliações, principalmente dos relacionamentos. Um exemplo é a dúvida em relação ao casamento, se ele deve ou não continuar. Muitas vezes, esse conflito é ocultado, em outros casos, é expresso pela busca o indivíduo por relacionamentos extraconjugais ou ainda através de tentativas de separação.  Nessa fase, o casal pode voltar o foco da atenção a seus interesses, já que os filhos já estão ajustados. A base do prolongamento do casamento nesses casos é a intimidade e a segurança que os parceiros passam um para o outro. Cada um deve aceitar as alterações físicas e funcionais do outro e continuar a achá-lo sexualmente excitante. 

Além disso, a mãe ainda pode sofrer com a síndrome do ninho vazio, que ocorre com a independência dos filhos e sentimento de vazio na vida.

O nascimento dos netos é outro momento de conflito, pois desencadeia a sensação de estarem velhos. A doença e a aproximação da morte dos pais também são responsáveis por sentimentos de tristeza e de finitude da vida. 

Medidas PreventivasEditar

Na meia-idade é importante a preparação para a chegada da terceira idade. São tarefas importantes: manutenção da saúde física, com prevenção das doenças degenerativas; independência económica; ter espaço físico ou moradia própria; ter laços de amizade; ter vínculos fortes com a família; manter relacionamento íntimo com parceiro; ter um vínculo com a comunidade; manter-se ocupado e com planeamentos futuros; manter vínculos com a antiga profissão; buscar ajuda; praticar exercícios, manter atividade física.

ConclusãoEditar

Apesar de a meia-idade ser um período em que o indivíduo sente-se sufocado por obrigações e deveres, também é um período de grande satisfação. São responsáveis por essa satisfação, o acúmular de conhecimento, a grande quantidade de conhecidos, amizades e relacionamentos. O poder e a liderança são valores marcantes na meia-idade, quem os possui considera essa fase o apogeu da vida. 



ReferênciasEditar

ZIRIK, C (Org) et ali. O Ciclo da Vida Humana: Uma Perspectiva Psicodinâmica. Porto Alegre: Artmed, 2001

Santin, AL. Anotações da Aula de Psicologia Médica – 29/10

KAPLAN, H. Compêndio de Psiquiatria. 7 ed. Porto Alegre: Artmed, 1997.  

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória