Fandom

Wiki AIA 13-17

Microcirulação e Sistema Linfático

333 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Comentários0 Compartilhar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Editor: Giórgio C.Tondello

Colaboradores:Rafael Koeber,Tiago Vasconcelos,Carlos Ehrl,Kurt Neurlaender e Lucas Andrei


Na microcirulação ocorre a principal função do sistema circulatório: O transporte de nutrientes para os tecidos e a remoção dos produtos da excreção celular.

EstruturaEditar

  • Arteríolas => São muito musculares, podendo alterar seu diâmetro. As arteríolas terminais (metarteríolas) não tem revestimento muscular contínuo.
  • No ponto onde cada capilar verdadeiro se origina da metaarteríola, uma fibra muscular lisa circunda o capilar, essa fibra muscular forma o esfincter pré-capilar que pode abrir e fechar a entrada do capilar.
  • Vênulas => São maiores que as arteríolas e têm um revestimento muscular muito mais fraco.


Obs: As metarteríolas e os esfíncters estão em contato íntimo com os tecidos que irrigam.

  • Poros:

Cérebro => Junções "oclusivas", só permitem a passagem de moléculas extremamente pequens, tais como água, oxigênio e dioxido de carbono.

Fígado => As fendas entre as céulas são muito aberta, assim quase todas as substâncias dissolvidas no plásma,inclusive proteínas, podem passar do sangue para os tecidos hepáticos

Glomérulos Renais => Pequenas aberturas ovais,chamadas fenestrações, atravessam pelo meio das células endoteliais.

VasomotilidadeEditar

  • Consiste na contração intermitente das metarteríolas e dos esfincters.

REGULAÇÃO:

   => Quando a intensidade do consumo de oxigênio pelos tecidos é tão grande que sua concentração de oxigênio cai abaxio do normal, os períodos intermitentes de fluxo sanguineo capilar ocorrem com maior frequência e a duração de cada período aumenta, permitindo que o sangue capilar transporte maiores quantidades de oxigênio para os tecidos (nutrientes tambem).


Trocas entre Sangue e Líquido intersticialEditar

  • O meio mais importante de transferência de substancias entre o plasmas e o liquido intersticial é a DIFUSÃO.
  • Substâncias lipossolúveis podem se difundir,diretamente, através das membranas celulares do capilar sem ter de atravessar os poros, essas substancias incluem o oxigênio e o dioxido de carbono.
  • Substâncias hidrossolúveis, não lipossoluveis se difundem APENAS através de poros intercelulares, essas substancias incluem moléculas de água,íons sódio, íons cloreto e glicose.
  • A permeabilidade dos poros capilares, para as diferentes substâncias, varia de acordo com seus diâmetros moleculares.
  • Quanto maior a diferença entra as concentrações de qualquer substância, entre os dois lados da membrana capilar,maior será o movimento total da substância em uma das direções.
  • Mesmo pequenas diferenças de concentrações são suficientes para provocar o transporte adequado entre o plasma e o líquido intersticial.

O interstício e o Líquido IntersticialEditar

  • Cerca de 1/6 do volume corporal total consiste em espaços entra as células, que são referidos como interstício, o líquido nesses espaços é o líquido intersticial.
  • Esse espaço contém dois tipos principais de estruturas sólidas: (1) feixes de fibras de colágeno e (2) filamentos de proteoglicanos
  • "GEL" => Combinação de filamentos de proteoglicanos e líquido intersticial. A velocidade de difusão pelo gel é de 95% a 99% em relação a difusão.
  • Embora quase todo o líquido no interstício, nas condições normais, esteja retido no gel tecidual, pode ocorrer pequenas corrente de líquido "livre", significando líquido sem moléculas de proteoglicano, que assim pode se mover livremente.

Filtração do Líquido pelos CapilaresEditar

  • É determinada por: PRESSÕES OSMÓTICAS,HIDROSTÁTICAS, COLOIDAIS E PELO COEFICIENTE DE FILTRAÇÃO CAPILAR.

PRESSÃO HIDROSTÁTICA => Tende a forçar o líquido e as substâncias dissolvidas, através dos poros capilares, para os espaços intersticiais.

PRESSÃO OSMÓTICA => Gerada pelas proteínas plasmáticas ( chama de pressão colóide osmótica) tende a fazer com que o líquido se movimente, por osmose, dos espaços intersticiais para o sangue.

'                                                  => AS 4 FORÇAS '<=

  • Pressão capilar (Pc) => Tende a forçar o líquido para fora, atraves da membrana capilar.
  • Pressão do líquido intersticial (Pli) => Tende a forçar o líquido para dentro, através da membrana capilar.
  • Pressão coloidosmótica plasmática => Tende a provocar osmose de líquido para dentro, através da membrana capilar.
  • Pressão coloidosmótica do líquido intersticial => Tende a provocar osmose do líquido para fora através da membrana capilar.

ReferênciasEditar

TONDELLO,Giórgio Conte .Anotação da disciplina de fisiologia. Univille, 2013.


HALL, John E.; GUYTON, Arthur C. Tratado de Fisiologia Médica. Elsevier, 12ª edição, RIO DE JANEIRO, 2011


CONSTANZO, Linda S. Fisiologia. Guanabara Koogan, 4ª edição, RIO DE JANEIRO, 2008

Link Externo

http://www.youtube.com/watch?v=Pxu4dWvbs4Q

http://www.uff.br/fisio6/aulas/aula_00/topico_05.htm

http://www.slideshare.net/lacuniderp/fisiologia-vascular

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória